Estudantes brasileiros perdem bolsas por falta de segunda língua

Fluência em idioma estrangeiro dificulta vida de quem quer tentar um intercâmbio.

por Soraia Alves

(Foto: reprodução)

(Foto: reprodução)

A falta de estudantes fluentes em idiomas estrangeiros ocasionam o não-preenchimento de vagas em programas como o Ciência Sem Fronteiras, do Governo Federal. Mas não é apenas esse programa que enfrenta o problema. Quase toda universidade brasileira tem parcerias com faculdades do exterior inviabilizadas por conta da falta de conhecimento da maioria dos alunos em uma língua que não seja o inglês ou o espanhol.

Para diminuir o número de bolsas que têm sobrado por esse motivo, o Governo Federal flexibilizou um pouco as exigências das vagas. Agora, é possível a candidatura de estudantes que possuem pouco conhecimento de línguas como francês, alemão e italiano. A medida dividiu a opinião dos acadêmicos: alguns apoiam a iniciativa, alegando que os cursos intensivos que o aluno faz quando  chega ao país estrangeiro são válidos. Outros garantem que tal medida nivela por baixo os estudantes brasileiros e faz com que os intercambistas selecionados não aproveitem tanto a experiência.

Quem tem proficiência em idiomas de países menos concorridos também encontra outras dificuldades. As taxas para as provas geralmente são altas e não há disponibilidade de fazer os testes em qualquer cidade, o que aumenta ainda mais os gastos de quem precisa viajar.

Para a professora de língua alemã Vânia Trentosa, diminuir a exigência da fluência não é a melhor alternativa: “o aluno pode até conseguir sair do país, mas passará muito mais dificuldades do que aquele que já tem um bom conhecimento da língua no novo país”, e acrescenta que o grande problema é não haver uma preocupação em inserir o ensino de outros idiomas (além do Inglês) no Ensino Fundamental das escolas.

O governo também tem oferecido o ensino de idiomas por cursos como oInglês Sem Fronteiras, que pretende dar suporte e preparar os estudantes interessados em um intercâmbio.

 

Anúncios

Uma resposta para “Estudantes brasileiros perdem bolsas por falta de segunda língua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s