“Ela” conta com leveza a relação entre a tecnologia e o ser humano

O filme trouxe para as telonas e humanização da informática

Indicado a cinco Oscars e vencedor da estatueta de melhor roteiro original, “Ela” já levou 155 mil pessoas ao cinema, desde a sua estréia no Brasil, em fevereiro. O filme conta a história de Theodore (Joaquin Phoenix)  um escritor de cartas, divorciado e solitário. Ele  resolve comprar um sistema operacional novo, com inteligência artificial chamado Samantha (Scarlett Johansson). Os dois se apaixonam e vivem um romance.

Joaquin Phoenix no papel de Theodore (Imagem: Reprodução)

A trama se passa em um futuro de visual vintage, em que as roupas e as cores remetem aos anos 60. O futuro idealizado pelo diretor Spike Jonze não tem carros voadores, ou construções futurísticas. A humanidade é conectada à tecnologia de uma forma tão intrínseca, que fica impossível as personagens humanas não se envolverem com personagens virtuais, que estão em evolução intelectual e emocional a nível incompreensível para os humanos.

“Ela” mostra muito mais que apenas a mediação da tecnologia nas relações interpessoais, mas o poder da própria tecnologia de poder ganhar vida e nos fazer enxergar quem somos.

Confira o trailer de “Ela”:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s