Estudante da UNESP Bauru comenta sobre experiência de ser finalista em concurso mundial

Guilherme Lopes Pedro foi finalista do concurso Electrolux Design Lab ao desenvolver um purificador de ar inovador

Por Nathália Fontes

A marca sueca Electrolux realiza, anualmente, um concurso onde convida estudantes de Design a desenvolverem um projeto conceitual. Trinta e cinco estudantes foram selecionados entre mais de dezessete mil inscritos, dois brasileiros estavam concorrendo ao prêmio. O vencedor terá a oportunidade de estagiar na Suécia por seis meses, além de ganhar cinco mil euros.

Guilherme Lopes Pedro, estudante da Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Bauru foi um dos finalistas do concurso. Guilherme desenvolveu um protótipo de purificador, que se encaixa na categoria purificação de ar. O concurso contava também com duas outras categorias – cuidados com o tecido e prazer ao cozinhar.

O protótipo foi nomeado Orbis e inova ao ser um aparelho que levita utilizando energia magnética ao mesmo tempo em que limpa as impurezas do ar. O produto regula a temperatura, luz e umidade do ambiente. Guilherme conta que o interesse pelo concurso surgiu em 2010, ao participar de uma palestra com um professor que foi um dos finalistas em 2006.

purificador-orbis-5-630x354

Purificador Orbis

O concurso da Electrolux uniu o útil ao agradável, já que o finalista gostava de imaginar o uso de produtos no futuro, o que é a ideia principal da disputa, a imaginação conceitual de como serão algumas coisas com o avanço da tecnologia. A ideia do Orbis surgiu durante pesquisas sobre o espaço, Guilherme resolveu realizar o projeto tendo como base o sistema planetário, pois ao flutuar pelo ambiente, o purificador simula o movimento dos planetas.

Apesar de não ter ganho o concurso, Guilherme dá ênfase para a importância de ter o nome de uma das empresas líderes quando o assunto é design no currículo, a Electrolux é reconhecida mundialmente por suas inovações e ser um dos finalistas do concurso é recompensador. “Acredito que o que fica como experiência é o trabalho maciço em criação e conceito, gerando uma ótima peça para portfólio. Sei que o produto segue por etapas muito além dessas, mas a concepção de um novo objeto é um dos passos críticos para o sucesso do mesmo e a partir daí, um bom e fluído desenvolvimento segue naturalmente”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s