O poder das pesquisas

Entenda como funcionam e quais as influências das pesquisas durante as eleições

Por Cinthia Quadrado

As pesquisas de intenção de votos orientam estratégias partidárias, encaminham campanhas dos candidatos e chamam a atenção dos eleitores. Esses levantamentos têm como objetivo mostrar quem são os candidatos com maiores chances de vencer na corrida eleitoral e, por isso, muito se fala sobre o poder de influência delas na vida das pessoas. O UniversiTag# entrevistou o professor de Ciência Política da UNINTER, Doacir Gonçalves de Quadros, para explicar pontos importantes das pesquisas eleitorais e como elas podem ajudar os eleitores.

Há um número mínimo de entrevistas para uma pesquisa eleitoral? Por que o número de entrevistados varia de uma pesquisa para outra?

Para cargos majoritários em grandes cidades especialistas entendem que as pesquisas eleitorais devem consultar entre 1 mil e 2 mil eleitores para maior dar maior precisão nos resultados.

É correto ou faz diferença perguntar ao entrevistado sobre a popularidade do governo e preferência partidária antes de começar a indagação sobre intenção de voto?

O ideal é que não se faça, pois essas perguntas podem estimular uma resposta positiva do entrevistado a determinado candidato.

Quanto tempo depois deve ser divulgado o resultado de uma pesquisa já concluída e tabulada? É correto esperar vários dias para divulgar depois de concluída a pesquisa?

A pesquisa quantitativa deve ser divulgada o mais breve possível após a sua conclusão. Pois as pesquisas eleitorais são reflexo de determinado momento numa corrida eleitoral. Num segundo turno, muda-se o momento com novos temas e o assunto tende também a mudar a opinião do eleitor investigado.

Para o senhor, qual o poder de influência das pesquisas eleitorais?

Não há dúvidas quanto ao fato de que os resultados das pesquisas eleitorais exercem algum tipo de efeito sobre a decisão do eleitor. A questão passa a ser quanto à intensidade em que elas são divulgadas o que pode conduzir parte significativa do eleitorado a votar no candidato que lidera as pesquisas. Efeito conhecido como bandwagon effect em que ocorre uma pressão social sobre os eleitores indecisos levando-os a votarem no candidato que se encontra na melhor posição nas pesquisas. O efeito underdog effect sugere a tendência de o eleitor dar o seu voto ao candidato que está em último lugar, ou o efeito do voto útil em que o eleitor, para não perder o seu voto, escolhe uma segunda opção dentre os candidatos que estão mais bem ranqueados nas pesquisas. Sabe-se também de acordo com alguns estudos sobre o comportamento eleitoral que o impacto das pesquisas eleitorais sobre o eleitor brasileiro depende de situações específicas do jogo político quando ele está fortemente acirrado entre os competidores pelo voto ou depende de situações que giram em torno da confiabilidade das pesquisas divulgadas.

Clique aqui e saiba como funcionam as pesquisas eleitorais na sequência da entrevista com o professor Doacir Gonçalves de Quadros. O UniversiTag# também realizou uma pesquisa com os leitores do site. Veja os resultados aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s