Desconforto que cabe na palma da mão

Utilização de smartphones e equipamentos eletrônicos em excesso podem acarretar incômodos na visão e tensões musculares; para especialistas, descanso é “regra de ouro”

Por Murilo Barbosa

Bebida, cigarro e caça-níqueis são vícios do passado. Na era da interatividade, a onda é ser aficcionado por tecnologias. O UniversiTag já mostrou o caso de uma gestante diagnosticada com “WhatsAppite” após ficar por seis horas utilizando o aplicativo ininterruptamente, mas tem gente que, entre um descanso e outro, passa até 10 horas por dia no smartphone.

10752058_820537321302479_1546591645_n

 

A estudante Marília Campos Munhoz, 19, é uma destas pessoas. Dona de smartphone, tablet, notebook, desktop, MP4 e TV digital, Marília ganhou seu primeiro celular aos 12 anos e de lá para cá não deixa ele de lado sequer por um minuto. “Eu uso meu smartphone o tempo todo, algo em torno de 10 horas por dia. Uso ele para tudo! Entrar no Facebook, assistir vídeos, acessar aplicativos, responder e-mails, fazer pesquisas, ler notícias, mandar mensagens. É tudo mesmo!”, comenta.

Marília passa em média 10 horas por dia no smartphone; dores nos dedos e vista cansada estão entre os “resultados obtidos”

Marília passa em média 10 horas por dia no smartphone; dores nos dedos e vista cansada estão entre os “resultados obtidos”

A estudante, que já ficou por mais de três horas utilizando o aparelho sem parar, conta que já teve desconfortos pelo excesso. “Já senti dores nas mãos causadas pela digitação e movimentos repetitivos, desconforto na visão e cansaço, porque a tela do smartphone é muito pequena se comparada à do computador ou tablet. Só percebo que estou há muito tempo no celular quando a dor começa me irritar”, explica. Há cinco anos, Marília foi diagnosticada com Presbiopia – a chamada “vista cansada” – e usa óculos para minimizar os incômodos da superexposição aos monitores e demais equipamentos.

E agora, Doutor?

Oftalmologista há 30 anos, José Benedicto Alves da Silva observa que a “regra de ouro” é que a cada 50 minutos de utilização de smartphones, o usuário reserve 10 minutos para descanso. “Na maioria dos casos (ocasionados por uso de celular em excesso), trata-se de irritações, dor ocular, ressecamento, cefaléia e turvação visual. No consultório, são entre dois e três atendimentos por dia provenientes do uso de smartphones em excesso”, enumera Silva.

Para o oftalmologista, é essencial que em casos de irritação ou percepção de sintomas o usuário procure um médico para realizar o exame. “Se necessário, usar a correção ótica durante o uso do smartphone e lubrificantes para combater o ressecamento também é uma alternativa”, observa.

Quando o assunto é a coordenação motora e a movimentação repetitiva, o ortopedista Gustavo Garcia de Arruda Falcão recomenda que, diagnosticados problemas, o melhor tratamento é aquele que combate a causa da inflamação. “Diminuir o tempo de uso ou digitação do celular, bem como não segurá-lo na mão quando necessitar digitar por longo tempo. o ideal é apoiá-lo à mesa e usar apontadores ou canetas próprias para digitação. no caso de tendinites, tenossinovites e artrites, o uso de gelo no local, antiinflamatórios, fisioterapia, imobilização e até cirurgia podem ser indicados”, pontua Falcão.

Para o médico, alongamentos dos dedos e punhos, além da prática de atividades físicas como musculação e natação contribuem para diminuir o risco de processos inflamatórios. “A forma mais ergonômica de se digitar ainda é o teclado convencional, onde temos que utilizar os punhos e os cotovelos apoiados. Quanto menor o teclado para a digitação, maior é o esforço estático necessário para realizar a tarefa e maiores são as chances de ocorrerem processos inflamatórios. “Celulares, smartphones ou tablets devem ter uso moderado e restrito à pequenas tarefas de digitação ou, se necessário, apoiar os aparelhos na mesa e usar canetas próprias de digitação”, orienta o ortopedista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s