E se as abelhas desaparecerem?

Sem abelhas, sem polinização.

Por Fernanda Luz

As abelhas podem ser o incomodo do seu refrigerante naquele churrasco de domingo. Você tem medo porque elas “picam”. Porém, estes insetos são responsáveis por 80% da polinização do planeta e grande parte das espécies nem possui ferrões. O problema atualmente é que elas estão desaparecendo e, rapidamente, afetando a cadeia alimentar de todo o planeta.

Defensivos agrícolas afetam o sistema nervoso dos insetos polinizadores (Fotos Sias van Schalkwyk/sxc.hu e Robert Michie/sxc.hu)

Em 2006, apicultores dos Estados Unidos notaram que várias de suas colônias estavam desaparecendo. O fenômeno foi investigado, comprovado e nomeado como Síndrome do Colapso da Colônia (em inglês Colony Collapse Disorder). O pesquisador, professor e especialista em abelhas, Lionel Gonçalves, é estudioso desses insetos há mais de meio século e acredita no desaparecimento das abelhas dentro de pouco tempo. “Uma colônia de 60 mil abelhas, em uma semana, pode chegar a zero, restando apenas mel, rainha e crias”, afirma.

Lionel Gonçalves pesquisa a espécie há mais de meio século (Foto Arquivo pessoal)

Lionel Gonçalves pesquisa a espécie há mais de meio século (Foto Arquivo pessoal)

Mas o que está acontecendo? Recentemente, pesquisas sugerem que os inseticidas, defensores agrícolas e o desmatamento são as maiores causas para o desaparecimento da espécie. Segundo Lionel, os neonicotinoides são pesticidas menos prejudiciais para mamíferos e são os mais usados na agricultura, porém o produto não afeta somente as pragas, como também os polinizadores. “O pesticida atua no sistema nervoso delas e atinge o cérebro, onde está a função de navegação. Uma vez desorientadas, elas não retornam a sua colmeia de origem e desaparecem”, explica.

O desaparecimento das abelhas desencadeia um colapso na harmonia do planeta. Dois terços dos alimentos consumidos pelos seres humanos são cultivados com ajuda das abelhas. Em entrevista, o apicultor Paulo Grigoleti alerta: se as abelhas desaparecerem “não haverá mais frutos, pois a polinização não será mais realizada. Assim também com os grãos e as flores das árvores, levando a extinção de todas as espécies”.  Ou seja, sem as abelhas não há comida, pois não ocorre a transferência de material genético da parte masculina da planta (o pólen) para a parte feminina da flor, processo importante para a formação dos frutos e, por conseguinte, das plantas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s