PELOS TRILHOS DA HISTÓRIA

Texto e fotos por Elisa Espósito

A história de Bauru se confunde com a história das ferrovias, chegando ao ponto, em seu tempo áureo, ser o maior entroncamento ferroviário do país, ou talvez até mesmo das Américas. 3 linhas passavam pela cidade, conectando estados e até países. A linha Sorocabana (1905) vinha de São Paulo, passava por Sorocaba, Bauru e ia para o sul do estado. A Noroeste (1906) saia de Bauru em direção ao Mato Grosso, chegando até a Bolívia já a Paulista (1906), também saia de São Paulo, passava por cidades paulistas: Campinas, Bauru e Panorama. Por ligar tantas regiões, Bauru acabou ficando conhecida como a cidade da passagem.

A malha ferroviária de Bauru foi uns dos principais centros de transportes no país. Café, minérios, gasolina, pessoas e até animais já foram carregados nos trens que passavam pela estrada de ferro. O presente ensaio realizado no Museu Ferroviáro pretende contar um pedaço da história de Bauru por suas linhas de trem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s