De onde vem essa moeda?

O dinheiro em solo brasileiro e a influência estrangeira na sua implementação: quando o Brasil começou a emitir moeda de verdade?

Por Gabriele Rodrigues Alves

Por muito tempo, a agricultura de subsistência foi a base da economia entre os indígenas que habitavam as terras limítrofes do Brasil. Não havia a materialização do conceito de moeda e do dinheiro, pois essa noção só desembarcaria por aqui com a chegada e exploração dos portugueses. Mesmo assim, os primeiros anos dos colonos não foram marcados por uma ampla circulação de moedas na colônia, uma vez que, o escambo foi o método utilizado para sustentar as trocas entre 1500 e 1580, ainda que essa prática de trocar um produto pelo outro, não levasse em conta a equivalência de valor entre eles. A árvore pau-brasil, por exemplo, foi a primeira dessas mercadorias a serem trocadas entre índios e colonos.

Posteriormente, outros tipos de moedas apareceram. Enquanto colônia, circularam aqui além do real português, o jimbo – moeda africana – e até o açúcar. Além dos portugueses, os holandeses também fizeram dinheiro, sobretudo durante o domínio da capitania de Pernambuco no século XVIII.

Brasil iniciou sua história com o dinheiro por meio da iniciativa externa dos europeus (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Brasil iniciou sua história com o dinheiro por meio da iniciativa externa dos europeus (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Fase do ouro

Com a descoberta do ouro em Minas Gerais, as moedas passaram a ser em pó ou em barra, e foi nessa época que a Corte decidiu pela criação do Banco do Brasil. A Coroa Portuguesa fiscalizava a produção do ouro e implantou o imposto quinto que se tratava da quinta parte de todo ouro encontrado, destinado ao governo português. Em seguida, o ouro recebia uma marcação por meio de um selo e era isso que circulava como dinheiro aceito no comércio.

Banco do Brasil

Em 1810, depois da criação do Banco do Brasil, entraram em circulação os primeiros bilhetes ou papel moeda que seriam os pais das cédulas que conhecemos hoje. A necessidade de se emitir dinheiro veio mesmo com a crise do império brasileiro já que ela provocou a retirada de circulação do ouro e prata, e alertou para a viabilidade de emissão de moedas de cobre. Ao mesmo tempo, as pessoas foram se adaptando e adquirindo o hábito de usar o papel moeda principalmente quando se tratava de valores mais altos.“As emissões em papel ficavam cada vez mais importantes, à medida que a população crescia e , no mundo inteiro, faltavam os metais preciosos usados na fabricação das moedas de valor alto”, escreve Marcos Faber em História do Dinheiro no Brasil.

Na fase da República, não só os bancos, mas vários órgãos do governo ficaram  responsáveis por emitir as notas de dinheiro. O Tesouro Nacional era um dos mais importantes encarregados nessa tarefa, enquanto o Banco do Brasil pôde exercer essa função entre 1923 e 1926.

Banco Central integra o sistema financeiro do Brasil com sede em Brasília (Ilustração: reprodução)

Banco Central integra o sistema financeiro do Brasil com sede em Brasília (Ilustração: reprodução)

Banco Central, o banco dos bancos

Até o ano de 1945, não existia um órgão institucionalizado para administrar e controlar a moeda brasileira e todas as atividades relacionadas a esse aspecto ficavam sob responsabilidade do Banco do Brasil. Só em 1965 a situação mudou. O Banco Central foi criado nessa época e direcionado para ser uma organização financeira mais elaborada que representasse a central de todos os outros bancos. Função que exerce até hoje. O Tesouro Nacional também continua figurando um órgão importante nesse processo de atribuições financeiras no âmbito federal, uma vez que, coloca em ordem as contas públicas do país.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s