Afeto

Texto e fotos por Bianca Landi

Afeto. Mãos dadas. O toque da pele, as texturas da idade. O aperto e o entrelaçar dos dedos.Carinho, conversas, risadas. Um cafuné no pêlo macio, o colo que serve de amparo e o galho que serve de brinquedo. A conversa jogada fora, a ajuda nas tarefas diárias. Esse ensaio trata das pequenezas cotidianas e reconfortantes, dos afetos silenciosos e das conversas tranquilas. A sutileza dos amparos e dos toques foi capturada pelas lentes da câmera com o objetivo de retratar e eternizar o que há de mais comum e fundamental no nosso cotidiano.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s