Pesquisadores da Unesp desenvolvem protetor solar natural

O composto, além de ser mais barato, causa menos alergias

Por Laís Esteves

Um grupo de pesquisadores da Unesp de Araraquara desenvolveu um protetor solar natural à base de uva e canela.

De acordo com a pesquisadora Juliana Santana Reis, o resveratrol e o cinamato, compostos presentes na uva e na canela, respectivamente, tem a capacidade de filtrar a radiação ultravioleta.

A exposição aos raios ultravioleta pode causar dermatoses, queimaduras e o aumento na produção de radicais livres pelo nosso organismo. “Os radicais livres, por sua vez, além de igualmente contribuírem para o aparecimento de cânceres e causar prejuízos ao DNA, estão relacionados à desordem na distribuição de melanina na pele, gerando marcas e sinais de expressão. Os filtros solares atuam, portanto, prevenindo e minimizando os efeitos deletérios causados pela exposição à radiação UV”, explica Juliana.

O novo filtro solar causa menos reações alérgicas do que os outros protetores encontrados no mercado. Segundo a pesquisadora, para que o fotoprotetor possa filtrar a radiação UVA e UVB é necessário a associação de diversos compostos com atividade fotoprotetora. Essa associação pode causar diversas reações alérgicas. “Produzimos oito filtros solares, em que a maioria apresentou a capacidade de filtrar, simultaneamente, as radiações UVA e UVB, sem a necessidade de associações a outros filtros. Além disso, podemos minimizar possíveis reações alérgicas por minimizarmos a quantidade de compostos que deverão ser utilizados nas formulações”, conta a pesquisadora.

O diferencial deste novo protetor solar está em sua ação antioxidante, que retarda o envelhecimento. “O resveratrol composto presente na uva, se apresenta como um antioxidante em potencial. Sabemos que a radiação solar aumenta a quantidade de radicais livres no nosso organismo. Estes, por sua vez, prejudicam o DNA e promovem o envelhecimento celular. Por este motivo, seria interessante termos um composto que, além de filtro solar, apresentasse a capacidade de neutralizar estes radicais livres”, comenta.

Ainda não há previsão de que o produto seja comercializado, mas o composto deve custar até  40% mais barato do que os atuais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s