Quando a fé promove a guerra

Fonte: independent.co.uk

Fonte: independent.co.uk

O Estado Islâmico é o mais recente motivo de pânico, mas a violência em nome da fé já é uma velha conhecida da humanidade

Por Lucas Alonso

Mais de um mês depois dos atentados em Bruxelas, que deixaram mais de 30 mortos e 200 feridos, as marcas ainda estão longe de cicatrizar. A crueldade empregada por grupos terroristas como o Estado Islâmico choca não apenas pela atrocidade dos atos contra civis inocentes, mas também por seu argumento religioso. Como uma religião que, por definição, deveria ser um instrumento para “religar” o homem a Deus (ou aos deuses, sejam eles quais forem) se torna a justificativa para tamanha barbárie?

Para o professor de Filosofia e ex-seminarista Otávio Barduzzi, a relação entre a religião e o terrorismo não é tão simplista como pode parecer e é necessária muita cautela ao estereotipar determinadas crenças. “Desde o 11 de Setembro, costuma-se associar o islamismo ao terrorismo de maneira irresponsável. É preciso considerinar que o problema não é a religião em si, mas o fundamentalismo que promove uma interpretação dos ensinamentos de maneira radical e deturpada”, explica Barduzzi.

A História nos conta diversas situações em que mesmo a religião cristã, que prega o amor e o respeito ao próximo, serviu de base para atos de violência e intolerância, como as Cruzadas e a Inquisição, na Idade Média. Valores religiosos são extremamente pessoais e subjetivos, mas infelizmente podem ser manipulados em detrimento da própria humanidade.

“Enquanto um ensinamento religioso que, frequentemente, é moldado de acordo com interesses pessoais for mais importante que a dignidade de um ser humano que pensa de forma diferente, outros atentados surgirão e outras barbaridades serão cometidas em nome da fé”, comenta Najla Ghabar, professora de Ensino Religioso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s