Greve dos bancários decide por manutenção

Sem acordo, movimento continua cobrando ajuste salarial, além de melhorias nas condições de trabalho. Parte das agências pelo país permanecem fechadas

Por Érica Travain e Gabriele Rodrigues Alves

fullsizerender-3

Agências continuam paralisadas (Foto: Gabriele Alves)

No dia 6 de setembro de 2016, bancários de todo o Brasil anunciaram o início de uma greve para a categoria. No entanto, o tempo de duração curto, típico de outros movimentos dos bancários, parece não se repetir nessa ocasião. Isso porque a greve já ultrapassa 20 dias com agências fechadas e serviços inviabilizados. Até o momento, não houve acordo entre o sindicato e a Federação Nacional dos Bancos, a Fenaban.

Em Bauru, o UniversiTag# conversou com Priscila Rodrigues, diretora do Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região que pôde falar um pouco sobre as principais reivindicações da pauta grevista, como anda a adesão dos bancários em Bauru e ainda ressaltou como o cidadão pode se orientar diante desta situação.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s