Atletas virtuais

Partida de League of Legends - Foto Gabriel Gagne

Partida de League of Legends. Imagem: Gabriel Gagne

O novo, milionário e difícil mundo dos e-sports

Por Tomio Komatsu

Os esportes eletrônicos, ou e-Sports, são uma modalidade esportiva consideravelmente nova, que consiste em partidas entre atletas de jogos eletrônicos. Segundo a consultoria Newzoo, 3 a cada 4 jovens estão deixando de acompanhar os esportes tradicionais para acompanhar partidas e campeonatos de e-Sports. Ainda pela Newzoo, essa indústria já é bilionária, e pode atingir $1,4 bilhões até 2020.

Considerando todos esses números, o que se pode dizer do cenário nacional? Segundo o diretor executivo da equipe StartX Gamers, de Suzano-SP, Andreone Tsugiyama, apesar de ser uma modalidade nova, já tem um grande número de pessoas envolvidas de alguma forma, seja como jogadores ou como espectadores, e os números tendem a crescer ainda mais com o tempo.

Tsugiyama ainda aponta o desempenho do Brasil no e-Sports, comparando-o com as diversas modalidades das Olimpíadas: “Assim como em esportes olímpicos onde o Brasil se destaca no futebol, natação e deixa a desejar em outros esportes, o mesmo acontece em esportes eletrônicos”, aponta. Já o jogador da Equipe Brave e-Sports, Danniel “Evrot” Franco, deixa uma visão mais dura em relação ao assunto: “O Brasil vem melhorando gradativamente em torneios internacionais, mas eu diria que estamos longe de chegar no nível de disputarmos a final de um mundial.”

Equipe StartX Gamers, de Suzano-SP, e as modalidades em que participam Imagem Arquivo Pessoal

Equipe StartX Gamers, de Suzano-SP, e as modalidades em que participam. Imagem: arquivo pessoal

Apesar da dura crítica, tanto Evrot quanto o jogador da StartX Gamers, Leonardo R. Laino, compartilham da mesma rotina, de muito treino, que podem exceder 8 horas diárias e render noites em claro. Os dois jogadores ainda compartilham da mesma opinião sobre o preconceito sofrido. “Dizem que “isso não dará futuro”, que “não dará certo” e se incomodam muito com o estilo de vida que um profissional de e-Sports tem”, conta Leonardo.

Mesmo diante de críticas e preconceitos, os e-Sports crescem a cada dia, movem uma indústria a cada dia mais bilionária, e alimentam sonhos de cada vez mais jogadores. “Acordo e durmo todos os dias pensando e idealizando “o meu lugar ao sol” junto com a minha equipe, e com certeza com muita luta e perseverança esse dia chegará”, afirma Leonardo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s