Neil Gaiman e seus deuses

Neil Gaiman se consagra no panteão de escritores da literatura moderna

Imagem promocional da série American Gods (Foto: Divulgação)

Por Ana Carolina M. Alves

A versão televisiva de Deuses Americanos, romance de Neil Gaiman, estreou no final de abril de 2017 e é tão boa que as pessoas estão comprando a assinatura da Amazon Prime para poder assistir. O seriado, desenvolvido por Michael Green (responsável por Alien: Covenant e Logan) e Bryan Fuller (produtor dos seriados Hannibal e Pushing Daisies), traz a genialidade de Gaiman para as telas e está agradando público, críticos e até o próprio autor.

Você provavelmente já leu alguma obra de Neil Gaiman, ou então conhece alguma de suas histórias. Gaiman é o responsável por salvar os quadrinhos de Sandman do abismo, o criador da bizarra Coraline e a mente por trás de muitas outras histórias brilhantes, mas seu mais aclamado trabalho é trazer a mitologia para destruir a América em Deuses Americanos.

O livro de fantasia foi publicado em 2001 e conta a história de Shadow, um ex-presidiário libertado mais cedo após a morte de sua esposa Laura Moon e de seu melhor amigo Robbie em um acidente de carro. Sem conhecer mais ninguém, Shadow então aceita trabalhar como guarda-costas para um vigarista chamado Mr. Wednesday. Esse homem misterioso é ninguém menos que a encarnação do deus nórdico Odin, que está buscando reunir deuses da mitologia clássica para lutar em uma batalha épica contra os novos deuses americanos, que são manifestações da vida moderna e da tecnologia, como a internet, a mídia, meios de transporte.

Neil Gaiman, Bryan Fuller e Michael Green no set de American Gods (Foto: Divulgação)

O seriado, apesar de alguns pontos fracos, consegue passar a atmosfera criada no romance e é consideravelmente fiel ao livro; afinal, Gaiman é um de seus produtores. Renovada para uma segunda temporada com apenas cinco episódios exibidos, podemos esperar ainda muita coisa por vir desse universo fantástico: Bryan Fuller, Michael Green e Neil Gaiman evoluíram a forma de fazer arte na televisão em aspectos narrativos, estruturais e gráficos com ‘Deuses Americanos’. Estamos entusiasmados em trabalhar novamente com esses artistas enquanto eles constroem esse mundo de guerras entre deuses”, disse Carmi Zlotnik, presidente da Starz, canal de exibição do seriado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s