O vai-e-vem do basquete brasileiro

As equipes fazem os últimos ajustes em seus elencos visando o NBB 10 depois do fim da pré-temporada e o início dos campeonatos estaduais

Por Bruno Ribeiro

As equipes do basquete brasileiro já se reestruturaram para a temporada 2017/2018 do Novo Basquete Brasil (NBB) após uma edição histórica com os playoffs mais equilibrados de todos os tempos. O Bauru Basket é o atual campeão e renovou por mais 2 anos o contrato com seu principal jogador, o ala Alex Garcia.

Foto: Lucas Guanaes/Locomotiva Esportiva

Do elenco vencedor permaneceram o armador Stefano, os alas Henrique Cerimelli e Gabriel Jaú e os pivôs Shilton e Maicão – além do técnico Demétrius Ferracciú. Contudo, os bauruenses viram Léo Meindl e Jefferson William arrumarem as malas para defender as cores do principal rival: o time de Franca.

“Gratidão! É o que sinto e tenho a dizer para essa cidade. Foram 3 anos que sempre vão ficar marcados por muitos títulos, amigos…. só tenho a agradecer o carinho de toda torcida. Sigo um outro rumo hoje, mas Bauru sempre estará em minha vida, história e coração”, disse o ala/pivô Jefferson, encerrando o ciclo vitorioso com o esquadrão da Cidade Sem Limites. Os francanos não só contrataram nomes de peso do cenário nacional, como ainda mantiveram a base do elenco do ano passado, tudo isso com o forte apoio financeiro do Sesi/SP.

Quem também movimentou o mercado e subiu de patamar foi o Vasco da Gama. A diretoria cruzmaltina não perdeu tempo e anunciou um pacotão com cinco reforços após uma campanha discreta em seu retorno à elite. Guilherme Deodato (ex-Bauru), Dedé Stefanelli (ex-Franca), Renato Carbonari (ex-Paulistano), e Fúlvio e Guilherme Giovannoni (ambos ex-Brasília) são os novos nomes do clube. Guilherme Giovannoni se despediu com uma publicação em suas redes sociais depois 8 anos vestindo a camisa do time da capital federal. “A torcida candanga me deu muito carinho, tanto nos jogos, como nas ruas, nas lojas e nos restaurantes. A final de 2011 com mais de 15 mil pessoas comemorando o título com a gente é um dos melhores momentos da minha carreira. Se eu fechar os olhos, consigo me transportar para aquele momento em segundos. Sigo outro caminho, mas vocês estarão presentes para sempre na minha vida e no meu coração!”, escreveu o atleta em um trecho da postagem.

O Brasília ainda tenta garantir sua participação no NBB 10. Isso porque, com o momento de instabilidade econômica vivido no país, o time perdeu seus principais patrocinadores e agora corre contra o tempo para angariar apoio do empresariado

Para saber o vai-e-vem completo do mercado, com todas as transferências, basta acessar o site da Liga Nacional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s