Método Montessori: respeito e liberdade na educação das crianças

Conheça o método de ensinar as crianças baseado na teoria da médica e educadora Maria Montessori

Por Michelle Albuquerque

Na educação infantil, o movimento da Escola Nova abriu a mente para novas formas de educar e compreender as crianças. Elas diferem-se dos métodos tradicionais e respeitam as necessidades e a autonomia durante o próprio desenvolvimento. Entre os novos métodos, a pedagogia da médica e educadora italiana Maria Montessori conquistou espaço nas escolas e lares brasileiros.

Com dez princípios básicos, a essência dos ensinamentos da educadora defende que as crianças devem ser ensinadas a percorrer os seus próprios caminhos e receber auxílio na medida certa. Carolina Espindola, psicóloga clínica e escolar, conheceu a teoria em 1991 e ficou encantada com a possibilidade do professor não ser mais o detentor do conhecimento, e sim o facilitador do aprendizado da criança através de alguns princípios essenciais. Ela destaca três pontos principais, listados abaixo:

Os pontos que fazem a diferença no Método Montessori, de acordo com a psicóloga clínica e escolar Carolina Espindola. (Imagem: Canva/ Edição: Michelle Albuquerque)

  1. Liberdade: oferecer liberdade à criança para que ela descubra o sentido das coisas, diferente da educação tradicional em que o professor é o detentor do conhecimento e o transmite por meio da aula expositiva passiva (no sistema, de “o professor fala e o aluno ouve e aprende”);
  2. Autonomia: o professor não faz as atividades pelos alunos, permitindo que eles descubram suas potencialidades e limitações sozinhos;
  3. Desenvolvimento da inteligência por vias sensoriais: o professor possibilita a exploração dos cinco sentidos (tato, olfato, visão, audição e paladar), visando o conhecimento e novas descobertas cognitivas.

A pedagoga Maria Carla dos Reis destaca que a iniciativa concedida à criança é um ponto importante do método: “a criança fica livre para aprender com suas experiências e no seu próprio ritmo de aprendizagem. Porque ela vai aprender o que deseja e com isso ela será estimulada a procurar suas respostas”, explica.

Escola Montessoriana

De acordo com o site Lar Montessori, o método vem sendo utilizado por escolas do mundo todo em salas de aula que comportam, em média, 20 alunos e contam com diversos materiais que estimulam o aprendizado. Os princípios são aplicados desde o berçário até o Ensino Médio, respeitando a capacidade de aprendizagem de cada fase.

Entre os benefícios das escolas montessorianas, Maria Carla destaca a autoconfiança que as crianças criam ao adquirirem aprendizados em muitas áreas importantes de sua vida. Além de escolas de ensino regular, o método Montessori também é aplicável em escolas especiais, clínicas de psicopedagogia e no lar.

O método Montessori em casa

Os pais têm o dever de observar os filhos, entender suas necessidades e prepará-los para o mundo. O método faz com que as crianças desenvolvam individualmente as habilidades para o próprio desenvolvimento. Foi estudando a metodologia por conta própria que Lara Morais Nogueira, criadora do Montessoriando, descobriu que a aplicação poderia ser não somente na escola, mas também em casa, na rua e na vida.

A psicóloga Carolina compartilhou a vivência de uma família que aplica os conceitos da Maria Montessori em casa e os resultados são os melhores possíveis: “as crianças são autônomas, felizes, menos birrentas, mais concentradas, disciplinadas, seguras e espertas”, conta.

O quarto montessoriano e os brinquedos lúdicos são fáceis de adotar e reproduzir em casa. (Foto: Reprodução/ Pinterest)

Lara aplica o método no seu dia-a-dia com sua filha Alice de 1 ano e 9 meses: “os resultados são uma família equilibrada, uma criança respeitada, livre, bem desenvolvida e feliz”, conclui. Em seu canal no YouTube ela mostrou quais leituras e materiais foram as suas principais inspirações:

A psicóloga Maria Carla defende que é possível sim aplicar em casa, mas que dependerá da estrutura familiar, pois o ambiente necessita ser lúdico, agradável e tudo deve estar ao alcance dos pequenos. Entre os muitos materiais disponíveis na internet atualmente, ela indica a leitura do artigo A contribuição do Método Montessoriano ao processo de ensino-aprendizagem na educação infantil”, de Shirley Maria da Cunha Fontenele e Krícia de Souza Silva, para enriquecer o conhecimento sobre o tema.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s